• Notícias

    Notícias

    Saiba das novidades do Universo Nerd.

  • Podcast

    Podcast

    Entrevistas, debates e conversa fiada com a equipe mais procrastinadora do mundo.

  • X-Ciência

    X-Ciência

    Física, química e outras ciências vistas nos filmes, quadrinhos e séries.

  • Divã do Provollone

    Divã do Provollone

    As mentes de personagens famosos da mídia sendo analisadas por um psicólogo.

  • Tábua de Queijos

    Tábua de Queijos

    Coletânea de colunas, resenhas e curiosidades dos mais diversos assuntos. Sirva-se!

  • Redes Sociais

    Conecte-se com a gente!

    Participem de nossas redes sociais, interagindo e compartilhando nossas matérias!

Provollonecast é Flynns, Flynns é Provollonecast

0 comentários
fusao 
OK, gente, este é apenas um texto explicativo, então vocês não terão nenhuma informação de conteúdo nerd, mas peço para que leiam (por favor?).
Bem, este texto sairá tanto no nosso site (provollonecast.com) quanto aqui e serão exatamente iguais, então não se preocupem em ler os dois.

capa
Vocês, leitores do Flynns e do Provollonecast, devem ter reparado que ultimamente tem ocorrido uma bagunça de conteúdo entre os sites. O X-Ciência apareceu no site do Flynns, reviews do maluco do Marcio apareceram no Facebook do Provollonecast... Então, resumindo a história, é exatamente isso: fusão!

maxresdefault 
Muitos devem lembrar que sempre pareceu haver uma rixa entre os sites. Bem, era tudo mentira! Conheci o Sander em um fórum de figuras de ação e a partir daí sempre nos demos bem. Nossos sites se ajudaram por baixo dos panos e sempre que nos encontramos conversamos e rimos. Na Brasil Comic Con de 2014 conhecemos o Marcio Maluco (por quem o Léo sentiu amor à primeira vista) e isso convergiu para nosso famoso (e único) Geek Battle. Caso ainda não o tenha escutado, confira aqui.
Durante essas reuniões, conversamos muito. No fim, não havia apenas uma parceria mas também uma grande amizade entre os portais.
Na JundComics encontrei novamente o pessoal do Flynns e comentei que por conta de afazeres no meu doutorado não pude ajudar (e nem participar) no evento. Prometendo me esforçar mais para a próxima, recebi a seguinte mensagem do Marcio "Rolê" Maluco: "Cara, a gente devia era nos unir... mas unir 'os rolê' mesmo, em um site só". Minha resposta foi mais ou menos um "Demorô!". Infindáveis reuniões depois, aqui estamos, "unindo os rolê". O Provollonecast se tornou parte do Flynns! Viemos para acrescentar mais peso para essa equipe já bem poderosa. E aí muita gente vai falar: "Mas e o que o Provollonecast fazia? Para onde vai?". Bem, vamos por partes (como dizia Jack, o Estripador).
PROVOLLONECAST, o podcast do Flynns
podcast3A partir de hoje, o Provollonecast será o podcast oficial dos Flynns. Continuaremos com nossa mesma equipe azarada de sempre, porém teremos presenças especiais do resto dos Flynners, afinal, agora somos Flynners também!

X-CIÊNCIA e DIVÃ DO PROVOLLONE
diva2
As principais colunas terão novo lar. Agora você poderá acompanhar a Ciência e a Psicologia do mundo nerd no site do Flynns e, além disso, acompanhará outras colunas quinzenais, como a já conhecida Olhar Apaixonado dos Quadrinhos, onde nosso expert, Senhor "Crazy" Delli, contará tudo o que você sempre quis saber sobre quadrinhos, mas teve medo de perguntar. E não é só isso! Daiane (nossa nerd em processo) trará sua coluna de "Awnn" e nosso perdido amigo Alexandre trará o seu  5 Coisas que Você não Sabia. E, claro, muito mais (me sinto com um comerciante de um canal de vendas)!

Nós também ajudaremos com o resto do conteúdo do Flynns. Talvez roubando umas figuras que o Mestre Sander e o Marcio Maluco estão abrindo, ou bagunçando os textos da Vivs,  ou cobrindo eventos... ou apenas mandando áudios para o Whats do Flynns pedindo nudes.
Agradecemos a todos que nos ajudaram até esta fase e esperamos sucesso para a seguinte. Torço que nossos ouvintes e leitores continuem nos acompanhando e que os fãs do Flynns permitam nosso espaço nesta família.
Valeu, pessoas!


Leia Mais...

X-Ciência - Como funcionam os poderes do Tocha Humana?

0 comentários

E aí galera! Tudo batuta?
Mais um X-Ciência, e pegando a "vibe" do Quarteto.... bem... pelos comentários nas redes o filme não foi bem aceito... mas enfim... eu curto o grupo.

Fazem uns 15 dias que eu produzi um texto explicando teorias de como funcionaria a invisibilidade da Mulher Invisível (link), e alguns meses atrás falamos sobre os poderes elásticos do Senhor Incrível e seus colegas (link). Claro que tivemos pedidos do resto do quarteto e como o texto do Coisa me foi prometido por um amigo geólogo, vamos discutir sobre os poderes do Tocha Humana!

Quando ele volta ao normal deveria falar "Flame off"
Apesar das atuais reclamações do filme tivemos um bom apelo científico sobre o Quarteto, o físico Michio Kaku fez uma série de vídeos explicando vários conceitos usados na trama, como buracos de minhoca, teleporte e afins...

Maaaas, vamos ao Tocha Humana, seus poderes (segundo a Marvel.com) são bem bizarros. Não se baseiam apenas a atear fogo no corpo, Johnny pode voar, manipular chamas, absorver calor e ainda criar uma intensa emissão  de mais de mais de 500 mil °C, chamada por ele como Supernova (antes que perguntem, uma Supernova real pode chegar a bilhões de graus). 

Ok, vamos para o básico, para existir fogo precisamos de 3 componentes: Calor, Combustível e Comburente (oxigênio). Esta é a famosa trindade. Quando retiramos um destes componentes o fogo se apaga. Comburente é fácil de se obter, Johnny tem isso em abundância em nosso planeta. E o combustível?
Hot... sacou?
Teoria: Para funcionar Johnny deve primeiramente criar um combustível, não é possível que uma bola de fogo se mantenha sem algo para queimar. Em minhas pesquisas achei a teoria de um rephosphorous, que seria um combustível muito parecido com o fósforo, no qual Johnny produziria pela pele e revestiria seu corpo. Os fãs mais nerds devem lembrar do Tocha Humana Original (o andróide) que entrou em chamas quando saiu em contato com ar, provavelmente ele também possua um elemento bem similar a este em sua composição.

A minha teoria é que Storm produz este combustível quebrando água de seu corpo. O processo portanto teria um limite. Segundo a Marvel wikia Johnny se mantém por até 17 horas em forma de chamas. Isso deve ser seu limite na produção do rephosphorus. Contudo, apenas isso não seria o suficiente, afinal, atear fogo no corpo não dá a ninguém o poder de voar e muito menos controlar chamas. E ainda temos o problema da "faísca" inicial para entrarmos "Em Chamas".

E assim encontrei um ótima teoria de um anônimo... Campo Eletrostático!


Na idéia original, a família Fantástico ganhou seus poderes devido a um bombardeamento de Raios Cósmicos.  Na verdade raios cósmicos são partículas altamente energéticas e penetrantes. Estas partículas quando chegam em nossa atmosfera se chocam perdendo parte de sua energia e se tornando inofensivas, mas fora de nossa atmosfera podem ser perigosas pois se tratam de uma radiação que podem causar câncer... e não habilidade de pegar fogo. Mas calma, não estou aqui para destruir a idéia do quarteto! Possivelmente o quarteto não foi atingido por uma radiação comum! Essa radiação única de alguma forma mutou beneficamente (ou não se pensarmos no Coisa) seus corpos. A sua origem e o porquê deixemos para um futuro X-Ciência.

A aquisição dos poderes de cada um dependeu de suas próprias estruturas. Se pensarmos que Johnny e Susan são irmãos (ok, no filme não são sanguíneos, mas nas revistas sim) podemos pensar que seus poderes deveriam ser parecidos. Aí entra o resto da teoria!

FIIIREBALL!!

Susan consegue criar campos de força eletrostáticos. E se... segurem-se... Johnny tivesse um poder bem similar, mas apenas sobre moléculas de alta agitação? Ou seja ele controla e cria o campos de forças eletrostáticos sobre fogo. Permitindo assim a criação de  bolas de fogo e afins (veja o gif batuta acima). O interessante é que isso permitiria ele a voar (apenas quando está em sua forma de fogo). O campo também poderia iniciar as chamas e protegeria Johnny de seu próprio fogo.

Aliás, já foi dito em algumas edições que Johnny consegue absorver parte do calor de objetos, mas ao custo de muita concentração. Isso pode ser um efeito colateral de seu poder que criaria fogo não só absorvendo energia do Tocha mas também das moléculas ao seu redor, diminuindo assim o grau de agitação das mesmas e gerando por fim o fogo!! Toma essa Homem de Gelo!!

Ufa... pegar fogo não é tão simples como parece, e sua explicação científica pode ter cansado vocês. Para animá-los que tal um vídeo de um drone do Tocha Humana feito para promover o filme?



Cala a boca e pegue meu dinheiro!!
Marcelo é formado em Física pela USP e mestre em Astronomia, nas horas vagas está terminando seu doutorado e nas horas mais vagas escreve para o Provollonecast.




Referências

-http://fanon.wikia.com/wiki/Science_of_the_Human_Torch
-https://www.youtube.com/watch?v=978moBxiV3w
-http://marvel.com/universe/Human_Torch_%28Johnny_Storm%29



Leia Mais...

Imagens RPGísticas Inspiradoras #1

0 comentários
Saudações Provolloneiros! Este artigo destina-se aos jogadores de RPG de mesa. Caso não saiba o que isso significa, ou que acredite realmente que estou falando de algum jogo enjoativo de computador, vá ao Google e pesquise a respeito. Ou clique AQUI por sua própria conta e risco. Na verdade, acho melhor você esperar alguma postagem introdutória sobre o RPG aqui no Provollonecast...


(A cara de frustrado do rapazinho ali é sensacional)


Vira e mexe, quando estou prestes a rolar uns dados com um punhado de amigos, costumo ser obrigado indicado a ser o Mestre (ou Narrador, ou DM, como preferir). E como todos sabem, nem sempre nós possuímos algo em mente. E as vezes, nem sempre isso se diz respeito à falta de ideias. Muitas vezes, há um aventura sensacional nas inúmeras páginas de sua aventura esboçada, copiada ou baixada da internet... Mas ainda sempre falta alguma coisa...


(CORRE NEGADA!!!!!!)
E o que seria isso? Bem, a maneira como o Mestre lida com as informações de como ele conduz a aventura. Ainda hoje há muita gente que tem grande dificuldade em descrever situações para os jogadores. E aprendi (com um velho Jedi de Dagobah...), que há uma maneira mais fácil e interativa para demonstrar o que os personagens estão vivendo e você como Mestre, também!

E esta maneira é por meio de: ISSO MESMO, IMAGENS. NOSSA, COMO VOCÊ É ESPERTO! POR UM ACASO VIU NO TÍTULO DA POSTAGEM? MEUS PARABAINS, AMIGUINHO. :D

Logo, a dica é: vejam as postagens que andarei fazendo por aqui sobre imagens inspiradoras que possam te auxiliar com ideias, facilidade para descrever cenas, personagens, monstros, NPCs, paisagens ou qualquer coisa do tipo!

Começando com uma porção de imagens de nosso amiguinho do DevianArt: Faxtar!


"É só uma Ranger galera... É gente bo..."


"Segundo as lendas... Só tem uns ratinhos gigantezinhos"



"Homem-Lagarto te assusta? E HOMEM-CROCODILO?! TE ASSUSTA O SUFICIENTE, AVENTUREIRO?"


"É só uma 'bolinha de fogo'..." 
Ainda bem que o SuperMan ainda não se encontrou com esses gentis soldados.


"O que é isso?"
"NADA NÃO. SÓ UM DINOSSAURO MEIO TARRASQUE, ANIMAL".


"Essa coisa deve cortar mais que lightsaber..."


"Lindo look de armadura rúnica, miga. Adorei!"


"PEGUEM AQUELE BAIXINHO. ELE ME CHAMOU DE FEIO!"


"Credo, para de botar esse olho gordo em mim, Sr. Víbora"






































Autor: Will

Estudante de Comércio Exterior na FATEC-ZL, PhD em Administração de Página de Facebook e estagiário com menos invernos de idade do Provollonecast. Viciado em Conan e RPG (Role Playing Game) além de dono da Dados Caóticos.


Leia Mais...

Divã do Provollone - Eram os heróis, astronautas?

0 comentários
Você iria na igreja do Superman? Teria coragem de passar de porta em porta para falar um pouco da palavra do Batman? Seria batizado segundo religião do Capitão América? Enfim, já parou para pensar que os super heróis podem ser como os deuses modernos? (Queria mandar um abraço pras minhas ex namoradas crentes. Espero que todas vocês ESTEJAM QUEIMANDO NO ***censurado*** SUAS FILHAS D ***censurado***!)

Como sempre fazemos, vamos começar pelo começo. Vamos entender, de forma resumida, como surgiu a necessidade de adoração. Imagine que você é um homem primitivo. Passa os seus dias fazendo o básico: acorda, procura uma presa pra caçar, planta, pega a mulher primitiva do vizinho, nada no lago, briga com outras tribos e no final do dia vai dormir.

A única certeza que você tem é que o dia acaba e chega a noite. Depois a noite acaba e chega o dia. Como todo humano curioso e dotado de “inteligência”, você começa a questionar como isso seria possível. Chega, então, à brilhante conclusão de que existe uma força superior responsável pelo dia e pela noite... BUM!! A partir disso, caro leitor, o processo ficou bem fácil. Tudo aquilo que não podia ser entendido pelo homem, era responsabilidade de algum deus.

Maremotos? Claro que só podia ser coisa do Zeus. Tá apaixonado e na friendzone? Culpa da Deusa Afrodite. O sol tá muito forte? Pode culpar o Deus Apolo. Sem nada pra fazer no sábado a noite? Começa a rezar pro Dionísio, deus das festas e do vinho. Quer andar sobre as águas? Sabe pra quem pedir...



Existia um deus próprio para tudo e todos. Enquanto tudo isso era apenas uma tentativa de explicar o mundo ao redor, estava ótimo. O problema aconteceu quando começaram a construir lendas heroicas e dramáticas para os deuses. Aí os deuses passaram a ser vistos como as criaturas mais importantes, as melhores do mundo. Logo em seguida, no antigo Egito, surgiu a cultura monoteísta, que venerava um único deus para todas as coisas e o blá blá blá que vocês já conhecem.

Agora vamos voltar para o presente. É óbvio que os heróis e seus respectivos poderes são baseados, de certa forma, nas lendas dos deuses antigos. Não concorda comigo? Então vamos pegar o Superman de exemplo. O cara veio do espaço, tem poderes que o deixam mais forte que qualquer outro ser humano, é um semi imortal e quer proteger a raça humana a qualquer custo. Além disso, com sua visão de calor, pode transformar a água em vinho. O que falar do Shazam então? Ele tem a sabedoria de Salomão, a força de Hércules, a resistência de Atlas, o poder de Zeus, a coragem de Aquiles e a velocidade de Mercúrio (que não é aquele Mercúrio bosta dos Vingadores 2).

Mesmo assim você ainda não acredita que os super heróis podem virar deuses? Realmente... Quem iria acreditar em um personagem fictício em pleno século 21?

Antes de tudo precisamos entender que os seres humanos precisam acreditar em alguma coisa. Precisamos ter fé. Ela nos ajuda a seguir em frente. Nos ajuda a acreditar que o bem pode vencer o mal. Agora olhe para o seu redor. O que temos estampado em cada camisa de cada criança e adolescente? O que leva multidões ao cinema hoje em dia?

Existem algumas crianças que não conhecem filosofias antigas e não sabem quem eram, por exemplo, os deuses do Olimpo. Mas conhecem o Thor... Capitão América... Homem de Ferro....

É por isso que acredito fielmente que os super heróis vão se tornar os novos deuses. Aliás, eu quero viver para ver as igrejas que serão erguidas em nome desses personagens... E estarei lá, como um bom pastor, para contar histórias mágicas dessas incríveis criaturas para os meus fiéis. Com lágrimas nos olhos.

Aleluia, irmão!






Léo é formado em psicologia, coleciona quadrinhos, bonequinhos e casos de bebedeira. Além de seus sérios problemas com TOC, como separar seus imãs de geladeira com uma régua, Léo considera HOUSE a melhor série já feita pelo homem, apesar de nunca ter assistido o último episódio.


Leia Mais...